-

Parceiros e convênios Sinconsete
SINCONSETE
SINCONSETE
SINCONSETE

 


Receita Estadual combate a sonegação de ICMS no comércio atacadista de açúcar

10/06/2019



   

A Receita Estadual, com apoio da Polícia Civil, deflagrou, na manhã de sexta-feira (7/6), a operação "Doce Veneno”, cujo alvo foi uma importante empresa do setor atacadista de açúcar, localizada no município de Contagem, nas proximidades da CeasaMinas. A empresa é investigada por indícios de não recolhimento do ICMS nas operações com o produto e da utilização de artifícios fraudulentos para evitar a liquidação de débitos junto ao Estado.

Há suspeita de forte relação entre outra empresa que encerrou suas atividades sem pagar ao Estado mais de R$ 15 milhões em créditos tributários e a atual investigada, uma vez que ocupa mesmo parque fabril e utiliza a mesma marca de conhecido produto nas gôndolas de supermercados em Minas Gerais.

Segundo Eduardo Mendonça, Superintendente Regional da Fazenda em Divinópolis, “o trabalho da fiscalização teve como ponto de partida a identificação da falta de capacidade financeira do sócio administrador da empresa, sendo um provável laranja à frente do negócio, e, a partir daí, a verificação de irregularidades na tributação do ICMS do açúcar, o que vinha prejudicando outras empresas que atuam de forma regular no mercado”.

Assim, o objetivo das buscas é apreender documentos e fazer a copiagem de arquivos eletrônicos que possam demonstrar quem é o verdadeiro dono do negócio e reunir mais provas do modus operandi utilizado pelo contribuinte para sonegar o imposto, objetivando a instauração de processo criminal.

A Receita Estadual estima que o prejuízo causado aos cofres públicos alcance R$ 30 milhões, o que poderá ser confirmado pelo exame das informações recolhidas pelos auditores fiscais.

Investigações

Avançando nas apurações, a Receita Estadual detectou que a empresa empacotadora de açúcar, com sede em Lagoa da Prata, e sua filial, em Contagem, adquiriram, nos últimos anos, grandes volumes do produto, incompatíveis com sua capacidade financeira. As investigações também apontaram a suspeita de envolvimento de uma rede de supermercados no esquema de fraude fiscal, já que mais de 85% das operações da empacotadora são destinadas aos estabelecimentos desse grupo supermercadista.

A operação contou com a participação de 14 servidores da Receita Estadual e quatro policiais civis.


Clique na imagem para ampliar.


     


Fonte: fazenda.mg.gov.br



Menu cadastros



     




[« Voltar]   [Pagina inicial]
-  -

BAse refetente as cidades:

Araçai, Baldim, Conceição de Mato Dentro, Cachoeira da Prata, Congonhas do Norte, Cordisburgo, Corinto, Capim Branco, Caetanópolis, Diamantina, Datas, Funilandia, Fortuna de Minas, Felixlândia, Gouveia, Inimutaba, Inhaúma, Joaquim Felício, Jequitibá, Morro da Garça, Matozinhos, Monjolos, Presidente Juscelino, Presidente Kubitsckek, Pompeu, Paraopeba, Prudente de Morais, Sete Lagoas, Santana de Pirapama, Santana do Riacho, Santo Hipólito, Três Marias e Virgem da Lapa

Sindicato dos Contabilistas de Araçai, Sindicato dos Contabilistas de Baldim, Conceição de Mato Dentro, Sindicato dos Contabilistas de Cachoeira da Prata, Sindicato dos Contabilistas de Congonhas do Norte, Sindicato dos Contabilistas de Cordisburgo, Sindicato dos Contabilistas de Corinto, Sindicato dos Contabilistas de Capim Branco, Sindicato dos Contabilistas de Caetanópolis, Sindicato dos Contabilistas de Diamantina, Sindicato dos Contabilistas de Datas, Sindicato dos Contabilistas de Funilandia, Sindicato dos Contabilistas de Fortuna de Minas, Sindicato dos Contabilistas de Felixlândia, Sindicato dos Contabilistas de Gouveia, Sindicato dos Contabilistas de Inimutaba, Sindicato dos Contabilistas de Inhaúma, Sindicato dos Contabilistas de Joaquim Felício, Sindicato dos Contabilistas de Jequitibá, Sindicato dos Contabilistas de Morro da Garça, Sindicato dos Contabilistas de Matozinhos, Sindicato dos Contabilistas de Monjolos, Sindicato dos Contabilistas de Presidente Juscelino, Sindicato dos Contabilistas de Presidente Kubitsckek, Sindicato dos Contabilistas de Pompeu, Sindicato dos Contabilistas de Paraopeba, Sindicato dos Contabilistas de Prudente de Morais, Sindicato dos Contabilistas de Sete Lagoas, Sindicato dos Contabilistas de Santana de Pirapama, Sindicato dos Contabilistas de Santana do Riacho, Sindicato dos Contabilistas de Santo Hipólito, Sindicato dos Contabilistas de Três Marias e Sindicato dos Contabilistas de Virgem da Lapa.

SINCONSETE/MG

SINDICATO DOS CONTABILISTAS, CONTADORES, TÉC. EM CONTABILIDADE E DE EMPREGADOS EM ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE, AUDITORIAS E PERÍCIAS CONTÁBEIS DE SETE LAGOAS E REGIÃO – SINCONSETE/MG, CNPJ nº 21.012.943/0001-04. CODIGO SINDICAL: 921.012.188.01315-7




SEDE SOCIAL / SALÃO DE EVENTOS

Rua Espinosa, 385 Padre Teodoro - MG CEP 35.702-122







..

Desenvolvido por: Geraldo junio -