-

Parceiros e convênios Sinconsete
SINCONSETE
SINCONSETE
SINCONSETE

Minas tem a 4ª maior geração de empregos, o que sinaliza reaquecimento do mercado

09/03/2018



   

Minas Gerais foi o quarto estado brasileiro que mais ofereceu vagas de trabalho pelo Sistema Nacional de Empregos (Sine) em janeiro e fevereiro deste ano. Foram 11.197 postos. Apesar disso, também foi o único entre os cinco primeiros colocados no ranking que teve decréscimo na oferta de postos de trabalho em relação ao mesmo período de 2017, quando registrou 11.571 vagas (374 a mais que agora).

Os dados, divulgados dia 08/02 pelo Ministério do Trabalho, apontam também que foram oferecidos, ao todo no país, 178.631 mil novos postos de emprego nos dois primeiros meses do ano, um crescimento de 10,4% comparado ao mesmo período de 2017, quando foram disponibilizadas 161.794 vagas.

Ainda de acordo com o levantamento, São Paulo foi o dono do maior número de vagas disponibilizadas, com 44.881 (6.965 a mais que no mesmo período em 2017). Em segundo lugar no ranking nacional, veio o Paraná, com 31.508 vagas cadastradas no sistema, ante 28.506 nos dois primeiros meses de 2017, e, em terceiro, o Rio Grande do Sul, com 16.424 vagas, 1.413 a mais que em igual período no ano anterior.

Depois de Minas, o Rio de Janeiro aparece em quinto, com 9.060 vagas oferecidas. Em seguida na lista de estados com mais vagas disponibilizadas, estão Ceará (9.394), Bahia (7.744) e Mato Grosso (5.479).

Para o ministro interino do Trabalho, Helton Yomura, os dados seriam a comprovação de acertos do atual governo na economia. “Esse resultado é importante, demonstra que as mudanças políticas de governo estão impactando positivamente o mercado de trabalho. Mais confiante, a classe empresarial retoma os investimentos no país e volta a contratar. É um dado positivo para se comemorar”, afirmou.

Recuperação mineira

O subsecretário de Estado do Trabalho de Minas Gerais, Antônio Lambertucci, disse que os números divulgados ontem pelo Ministério – embora apontem que, em Minas, houve redução no número de vagas no Sine entre os dois primeiros meses deste anno em relação ao primeiro bimestre de 2017 –, confirmam tendência de melhora percebida em outros indicadores colhidos no Estado.

“O mercado de trabalho vem registrando ligeira recuperação em Minas Gerais, neste início de 2018”, afirmou.

Lambertucci lembrou que, em dezembro de 2017, os dados decepcionaram e o saldo entre demitidos e admitidos no Estado foi negativo: o total de dispensados superou em 39 mil o de contratados.

“Isso nos surpreendeu porque dezembro, geralmente, é mês de contratações em razão das festas de fim de ano”, ressaltou. Em janeiro, no entanto, o saldo voltou a ser positivo, com 8 mil admitidos a mais que os demitidos.

“Na nossa avaliação, isso se deveu à recuperação registrada sobretudo na indústria da transformação, com reflexos, por exemplo, em toda a cadeia do setor de veículos, e em outros segmentos, como o comércio”, destacou.

Lambertucci afirmou, porém, que considera prematuro dizer que o ano será positivo para o emprego no Estado. “A geração de empregos depende mais da economia geral do país que de ações do governo estadual. Por esse e por outros motivos, ainda é muito cedo e não temos elementos suficientes para fazer um prognóstico para o restante do ano”, afirmou.

O clima, porém, é de confiança em dias melhores para os trabalhadores mineiros. “Podemos dizer que o resultado dos dois primeiros meses do ano nos deixa ao menos otimistas”, concluiu.

IBGE

O total de desempregados no país, em razão da recessão dos últimos anos, continua alto: de novembro de 2017 a janeiro deste ano, o país contava 12,7 milhões de pessoas sem ocupação formal, segundo o IBGE.

A taxa foi a mesma do trimestre anterior e menor que a registrada no mesmo trimestre do ano passado (12,6%). Ainda segundo o IBGE, na comparação com o mesmo período de 2017, havia 200 mil pessoas a menos sem emprego no país, uma queda de 1,55%.

Diante do quadro de decréscimo nos números do emprego em dezembro, quando Minas registrou 39 mil demitidos a mais do que contratados, os dados de janeiro e fevereiro apontam cenário mais positivo para 2018.


Clique na imagem para ampliar.


     


Fonte: hoje em dia



Menu cadastros



     




[« Voltar]   [Pagina inicial]
-  -

BAse refetente as cidades:

Araçai, Baldim, Conceição de Mato Dentro, Cachoeira da Prata, Congonhas do Norte, Cordisburgo, Corinto, Capim Branco, Caetanópolis, Diamantina, Datas, Funilandia, Fortuna de Minas, Felixlândia, Gouveia, Inimutaba, Inhaúma, Joaquim Felício, Jequitibá, Morro da Garça, Matozinhos, Monjolos, Presidente Juscelino, Presidente Kubitsckek, Pompeu, Paraopeba, Prudente de Morais, Sete Lagoas, Santana de Pirapama, Santana do Riacho, Santo Hipólito, Três Marias e Virgem da Lapa

Sindicato dos Contabilistas de Araçai, Sindicato dos Contabilistas de Baldim, Conceição de Mato Dentro, Sindicato dos Contabilistas de Cachoeira da Prata, Sindicato dos Contabilistas de Congonhas do Norte, Sindicato dos Contabilistas de Cordisburgo, Sindicato dos Contabilistas de Corinto, Sindicato dos Contabilistas de Capim Branco, Sindicato dos Contabilistas de Caetanópolis, Sindicato dos Contabilistas de Diamantina, Sindicato dos Contabilistas de Datas, Sindicato dos Contabilistas de Funilandia, Sindicato dos Contabilistas de Fortuna de Minas, Sindicato dos Contabilistas de Felixlândia, Sindicato dos Contabilistas de Gouveia, Sindicato dos Contabilistas de Inimutaba, Sindicato dos Contabilistas de Inhaúma, Sindicato dos Contabilistas de Joaquim Felício, Sindicato dos Contabilistas de Jequitibá, Sindicato dos Contabilistas de Morro da Garça, Sindicato dos Contabilistas de Matozinhos, Sindicato dos Contabilistas de Monjolos, Sindicato dos Contabilistas de Presidente Juscelino, Sindicato dos Contabilistas de Presidente Kubitsckek, Sindicato dos Contabilistas de Pompeu, Sindicato dos Contabilistas de Paraopeba, Sindicato dos Contabilistas de Prudente de Morais, Sindicato dos Contabilistas de Sete Lagoas, Sindicato dos Contabilistas de Santana de Pirapama, Sindicato dos Contabilistas de Santana do Riacho, Sindicato dos Contabilistas de Santo Hipólito, Sindicato dos Contabilistas de Três Marias e Sindicato dos Contabilistas de Virgem da Lapa.

SINCONSETE/MG

SINDICATO DOS CONTABILISTAS, CONTADORES, TÉC. EM CONTABILIDADE E DE EMPREGADOS EM ESCRITÓRIOS DE CONTABILIDADE, AUDITORIAS E PERÍCIAS CONTÁBEIS DE SETE LAGOAS E REGIÃO – SINCONSETE/MG, CNPJ nº 21.012.943/0001-04. CODIGO SINDICAL: 921.012.188.01315-7

ATENDIMENTO

Rua João Andrade, 453, São Geraldo, Sete Lagoas- MG CEP 37.700-178 / Horário 7:00 as 11:00 e 12:30 as 17:00 de Seg. a Sex.
E-mail sindicato_dos_contabilistas@yahoo.com.br / -
Telefone(s):(31) 3771-9873 Geraldo Ramos




SEDE SOCIAL / SALÃO DE EVENTOS

Rua Espinosa, 385 Padre Teodoro - MG CEP 35.702-122







..

Desenvolvido por: Geraldo junio - 8808-3206 - ops_gerald@yahoo.com.br